quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

[FH] Masturbação: uma pedra no meio do caminho

"No meio do caminho tinha uma pedra/ Tinha uma pedra no meio do caminho/ Tinha uma pedra/ No meio do caminho tinha uma pedra..." (Carlos Drummond de Andrade)



O poeta Carlos Drummond de Andrade descreveu maravilhosamente em seu poema "No meio do caminho" o sentimento que muitos têm em relação ao problema da masturbação (no presente caso, de modo especial, as pessoas com atração pelo mesmo sexo). Alguns não conseguem passar pela pedra, outros não conseguem deixar de lado o medo em reencontrá-la, outros ainda, mesmo tendo seguido adiante evitando reincidir em tropeçar nela, relaxam sua atenção e são surpreendidos, tropeçando novamente.

A Santa Igreja nos ensina, junto com o sentido moral dos fiéis, que a masturbação é um ato "intrínseco e gravemente desordenado" (Catecismo da Igreja Católica, 2352). O que isso significa? Que a masturbação carece, já em sua essência, daquela ordenação ao bem - ao bem que é desejado por Deus. No presente caso, esse bem é a castidade.

Pensemos. Como o eu-lírico do poema de Drummond, estamos caminhando. Podemos caminhar de várias maneiras. Podemos caminhar enquanto pulamos, enquanto conversamos, enquanto pensamos, enquanto ouvimos música, enquanto fazemos saltos ornamentais, intercalando com momentos de corrida, e por aí vaí. Podemos também tomar vários caminhos. Norte, sul, leste, oeste ou direções compostas pelas já mencionadas. Contudo, nós, cristãos, não caminhamos sem rumo, temos uma meta, que é o Reino dos Céus.

Para chegar lá, nós precisamos ter certa disciplina durante nossa caminhada - se não, corremos o risco de tropeçar em pedras, cair em buracos, ter pontadas ou cãibras, ou, pior, podemos fraturar um osso que nos impessa de continuar caminhando! Também precisamos estar atentos aos caminhos que pegamos, se eles nos levam ou não ao destino desejado.

Deus nos oferece a disciplina da caminhada adequada a um bom caminhar e, ainda, oferece um guia e caminho seguros, que de fato nos conduzem ao Seu Reino. Em que consistem? Em Jesus, o Filho Unigênito de Deus, Nosso Salvador e Senhor.

Quando seguimos a disciplina e o caminho oferecidos por Deus, nós ordenamos nossa caminhada ao Reino dos Céus - consequentemente à eterna felicidade. Quando deixamos de segui-los, nós ficamos expostos a todos os riscos, de tropeçar, machucar, pegar trilha sem saída, enfim, ficamos perdidos, desorientados. Nossa caminhada fica desordenada em relação a seu fim verdadeiro, que é o Reino dos Céus. Ou achamos que há outra razão para Deus nos ter criado e posto a caminhar neste mundo? Certamente que não.

A castidade é uma disciplina e um caminho oferecidos por Deus e a masturbação é a recusa deles.

Entendido isso, o que fazer, então, para abandonar esse vício? Primeiramente, vale meditar os Doze Passos do Apostolado Coragem (inspirado nos Doze Passos do AA). Segundamente, é bom buscar orientação segundo os ensinamentos da Santa Igreja. Nesse sentido, estão relacionados logo abaixo alguns artigos, um escrito (em inglês) pelo Pe. Harvey (fundador do Apostolado Coragem) e outros dois escritos por leigos católicos (em português).

Artigo do Pe. Harvey, do site Courage:aqui

Artigo do Prof. Felipe Aquino, do site da Canção Novaaqui

Artigo de Silvio L. Medeiros, do site Veritatis Splendoraqui

Rezemos ao Bom Deus para que Ele nos conceda a força e a coragem para mantermos o bom propósito de viver a castidade - e consequentemente a abstenção total da prática da masturbação - e peçamos a intercessão de Sua criatura mais santa e casta, a Virgem Maria, para que ela seja, para nós, consolo e inspiração para a vivência da castidade de coração.

3 comentários:

  1. Caríssimo, concordo com o que vc escreveu. Mas, me diga quais são esses 12 passos do Apostolado Coragem?

    ResponderExcluir
  2. Caro Frater Henrique, a paz de Jesus!

    Antes de mais nada, estamos muito contentes de ter você acompanhando nosso blog. Isso nos encoraja e alegra imensamente.

    Os 12 passos do Apostolado Coragem são baseados nos 12 passos do AA (Alcólicos Anônimos). Visto, pela sua pergunta, que isso pode vir a ser objeto de interrogação de outros irmãos, disponibilizaremos os 12 passos a quem nos pedir por e-mail.

    Se assim desejar, pedimos que entre em contato conosco pelo e-mail: proamoredei@yahoo.com

    Que o Bom Deus abençoe sua caminhada e seu serviço a Santa Igreja, e que Maria, nossa Mãe Santíssima, interceda por você. Um abraço fraterno.

    ResponderExcluir
  3. Bom dia meus irmaos gostei muito deste site que Deus abençoe todos voces

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar nosso blog

Abaixo você tem disponível um espaço para partilhar conosco suas impressões sobre os textos do Apostolado Courage. Sinta-se à vontade para expressá-las, sempre com respeito ao próximo e desejando contribuir para o crescimento e edificação de todos.