segunda-feira, 25 de julho de 2011

[Atld] Coragem do bispo de Alcalá de Henares

Apresentamos, nesta postagem, notícia vinculada à agência ACI em que se fala do bispo Dom Juan Antonio, de Alcalá de Henares (Espanha), que, em seu site, publicou artigo com a posição da Santa Igreja sobre a homossexualidade e, ainda, apresentou referências de documentos que podem ajudar na ajuda aos que, enfrentando este espinho na carne, desejam abraçar o chamado de Deus à santidade (essas referências estão em espanhol). Aproveitamos a oportunidade para divulgar o site de notícias ACI e a organização católica Es possible la Esperanza (http://www.esposiblelaesperanza.com/index.php), que também oferece apoio espiritual aos que sentem atrações pelo mesmo sexo.   

Notícia da ACI: A organização Es Posible la Esperanza (É possível a Esperança) (EPE) expressou sua solidariedade com o Bispo de Alcalá de Henares (Espanha), Dom Juan Antonio Reig Pla, depois dos seguidos ataques que recebeu após publicar uma seção na qual oferece recursos e documentos de ajuda para homossexuais. Deste modo a entidade exortou a que mais pessoas expressem sua proximidade e apoio ao prelado.

Ao final do mês de junho a diocese de Alcalá de Henares, na Espanha, publicou uma seção em sua página web chamada "Homossexualidade e esperança" (http://www.obispadoalcala.org/homosexualidad.html) dirigida a leigos, religiosos, diáconos e sacerdotes, para ajudar pessoas homossexuais. A seção tem uma introdução que manifesta o "respeito por todas as pessoas" e onde se destaca que é possível reverter a homossexualidade e que os recursos e o material apresentados podem contribuir nesta tarefa.Esta nova seção gerou uma série de ataques de algumas minorias e da imprensa secular espanhola que citou personagens como Pedro Zerolo, ideólogo homossexual do PSOE (partido do presidente do governo espanhol José Zapatero) quem assinalou que o "remédio" a esta visão sobre a homossexualidade seria a controvertida disciplina de Educação para a Cidadania (EpC).  A EpC é uma disciplina obrigatória imposta pelo governo socialista espanhol em 2006. Apresentado como um curso de cultura cívica, seus críticos denunciam que promove o laicismo, a ideologia de gênero, e o aborto; e não respeita o direito dos pais de família a educar a seus filhos de acordo às suas convicções.Diante dos ataques, a EPE assinalou que Dom Reig Pla "teve o valor de abrir na página web da Diocese uma seção em torno da AMS (atração a pessoas do mesmo sexo): ‘Homossexualidade e Esperança’""Esta valentia, sendo absolutamente necessária e urgente, entretanto não é muito comum entre nossos queridos Pastores, às vezes por desconhecimento sobre este tema e sua transcendência e às vezes por sentir-se solitários ante a perseguição que isto poderia supor. Mas não podemos pedir valentia a nossos queridos Pastores se nós mesmos não estivermos dispostos a apoiá-los e dar a vida, se fosse necessário, por eles na defesa da verdade sobre a AMS. É por isso pelo que do EPE queremos felicitar Dom Juan Antonio e animá-lo a seguir adiante desde o nosso trabalho e compromisso".Do mesmo modo, o Pe. Antonio, Coordenador do EPE anima os espanhóis a enviarem ao Bispo suas expressões de apoio e solidariedade ao seguinte endereço: diocesis@obispadoalcala.org  Na nova seção sobre a homossexualidade da página eletrônica da diocese de Alcalá de Henares é possível consultar, entre outros, diversos textos bíblicos citados noCatecismo da Igreja, os numerais do Catecismo que explicam a doutrina católica sobre a homossexualidade, diversos documentos da Santa Sé, e documentação sobre a legalização das uniões de pessoas do mesmo sexo.A apresentação desta seção conclui com uma cita do documento "Sexualidade humana: Verdade e Significado" do Pontifício Conselho para a Família no qual se destaca que no que se refere aos menores de idade convém recordar que “os pais, por seu lado, no caso de advertirem nos filhos, em idade infantil ou adolescente, o aparecimento de tal tendência ou dos comportamentos com ela relacionados, façam-se ajudar por pessoas especializadas e qualificadas para darem todo o auxílio possível".O ensinamento da Igreja sobre a homossexualidadeA doutrina católica em relação à homossexualidade está resumida em três artigos do Catecismo da Igreja Católica; 2357, 2358 e 2359. Nestes artigos a Igreja ensina que:Os homossexuais "Devem ser acolhidos com respeito, compaixão e delicadeza. Evitar-se-á, em relação a eles, qualquer sinal de discriminação injusta".A homossexualidade, como tendência é "objetivamente desordenada", que "constitui, para a maior parte deles (os homossexuais), uma provação”.Apoiada na Sagrada Escritura "a Tradição declarou sempre que "os atos homossexuais são intrinsecamente desordenados", "não procedem de uma verdadeira complementaridade afetiva e sexual" e portanto "não podem receber aprovação em nenhum caso"."As pessoas homossexuais são chamadas à castidade” e "pelo apoio duma amizade desinteressada, pela oração e pela graça sacramental, podem e devem aproximar-se, gradual e resolutamente, da perfeição cristã". 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar nosso blog

Abaixo você tem disponível um espaço para partilhar conosco suas impressões sobre os textos do Apostolado Courage. Sinta-se à vontade para expressá-las, sempre com respeito ao próximo e desejando contribuir para o crescimento e edificação de todos.