quarta-feira, 27 de junho de 2012

Sétimo dia de oração


Olá, caro leitor. A paz de Cristo! Como publicamos no domingo, hoje damos continuidade a nossa novena para rezar em prol da castidade. Hoje rezamos pela santificação da política brasileira. Faça conosco a meditação abaixo e não se esqueça de depois rezar o Santo Terço. Um abraço fraterno e um bom dia para você.


Sétimo dia de oração : pela santificação da política brasileira


Dia de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro
(Padroeira de nosso blog)


Exame de consciência

É fato que a política no Brasil tem sido dirigida por homens e mulheres atentos e disponíveis para interesses ora muito particulares ora muito globais, mas que não leva em consideração o bem comum, nem o que dizem os cidadãos brasileiros. Basta ler os jornais e as revistas, ou conversar com amigos e familiares que trabalham como funcionários públicos, para saber que nossos governantes, legisladores e políticos perdem-se em esquemas de corrupção e (em pertinaz contradição com os valores cristãos dos cidadãos) defendem leis e políticas vendidas aos lobbies internacionais e impostas por estratégias vis e antidemocráticas (como, por exemplo, o aborto de anencéfalos e a equiparação das uniões homossexuais com o casamento e a família tradicional).

Todos aqueles que deveriam lutar pelo bem comum, trabalhando com honestidade e com dedicação perfeita (pois servem à sociedade brasileira), ao invés disso transformam seus ofícios em ocasião de disputas por autopromoção (onde o que importa é "dar-se bem"), enquanto reduzem frente os olhos da nação os problemas sociais a uma mera questão econômica ou, no máximo, administrativa.

Este triste cenário favoreceu nos últimos anos que fossem promovidos, nas famílias, nas escolas e nos espaços públicos, o apoio às políticas de controle de natalidade (entre uso de contraceptivos e o aborto) e de deformação das relações humanas. Preocupante é, principalmente, a situação das crianças e dos jovens nas escolas. Várias campanhas financiadas pelos impostos pagos por pais e mães trabalhadores servem ao propósito de formar as crianças e os jovens segundo valores mundanos e anti-cristãos.  

Considerando  isso, pensemos em como temos vivido:

(1) Tenho votado em políticos corruptos ou que apoiam políticas contrárias aos valores cristãos? Tenho sido negligente com a situação política do meu país?

(2) Tenho apoiado políticas, leis ou campanhas que promovem valores contrários aos cristãos?

(3) Tenho zelado pela formação das crianças e dos jovens, para que aprendam os valores da castidade, da dignidade da vida e da pessoa humana, e da dignidade da família tradicional?


Leitura breve


"Foi na base da convicção sobre a existência de um Deus criador que se desenvolveram a ideia dos direitos humanos, a ideia da igualdade de todos os homens perante a lei, o conhecimento da inviolabilidade da dignidade humana em cada pessoa e a consciência da responsabilidade dos homens pelo seu agir. Estes conhecimentos da razão constituem a nossa memória cultural. Ignorá-la ou considerá-la como mero passado seria uma amputação da nossa cultura no seu todo e privá-la-ia da sua integralidade. A cultura da Europa nasceu do encontro entre Jerusalém, Atenas e Roma, do encontro entre a fé no Deus de Israel, a razão filosófica dos Gregos e o pensamento jurídico de Roma. Este tríplice encontro forma a identidade íntima da Europa. Na consciência da responsabilidade do homem diante de Deus e no reconhecimento da dignidade inviolável do homem, de cada homem, este encontro fixou critérios do direito, cuja defesa é nossa tarefa neste momento histórico." (Papa Bento XVI. Discurso ao Parlamento Alemão. 22 de setembro de 2011)

Oração

Nós Vos pedimos, Senhor Jesus, que concedais a graça da santificação dos políticos brasileiros. Pela vossa Bondade, convertei-os todos a Vós e conservai a fidelidade dos brasileiros à doutrina da Igreja, ao Papa e, acima de tudo, a Vós mesmo. Inflamai em suas almas ardentes fé, esperança e caridade, para que participem ativamente dos acontecimentos políticos, para impedir a promoção do mal entre eles e, principalmente, para construir um país em vista do bem comum, segundo leis justas e de acordo com a Vossa Lei Eterna, que há de julgar os vivos e os mortos. Cuidai, Senhor, dos nossos jovens e das nossas crianças. Preservai-os do erro e dos sórdidos planos daqueles que planejam arrastá-los para valores e práticas que não Vos agradam. Confiamo-nos à intercessão da Santíssima Virgem, vossa mãe e nosso Perpétuo Socorro, e de São José, de São Carlos Lwanga e dos santos anjos da guarda. Isso nós pedimos a vós, Senhor Jesus, que viveis e reinas pelos séculos dos séculos. Amém.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar nosso blog

Abaixo você tem disponível um espaço para partilhar conosco suas impressões sobre os textos do Apostolado Courage. Sinta-se à vontade para expressá-las, sempre com respeito ao próximo e desejando contribuir para o crescimento e edificação de todos.